PRODUTOS | VALNOR


Produtos

Os produtos resultantes da valorização de resíduos que se encontram disponíveis no mercado, são Materiais para Reciclar, Corretivos Orgânicos e Energia.

 

PRODUTOS DA VALORIZAÇÃO DE RESÍDUOS

 

O processo de tratamento e valorização de resíduos permite dar nova vida às matérias-primas e obter produtos que voltam a entrar no ciclo de produção e de consumo. Esta realidade dá força e demonstra a viabilidade de uma Economia Circular, que na prática permite poupar matérias-primas virgens e fomentar a utilização de matérias-primas secundárias.

 

Este processo faz parte do nosso ADN há já vários anos, com os processos produtivos concebidos e explorados para que os seus subprodutos sejam aproveitados com o máximo de eficiência.

 

 

 

 

 

 

 

ECONOMIA CIRCULAR

 

O modelo de Economia Circular dos Resíduos assume que todos os produtos e serviços têm origem em fatores da natureza e que, no final de vida útil, retomam mais uma vez à natureza através de resíduos ou através de outras formas com menos impacto ambiental.

 

No modelo circular os ciclos de vida dos produtos são otimizados – desde a conceção e desenho, aos consumos ao longo do período de vida do produto, ao processo de produção e à gestão dos resíduos que não foram possíveis de eliminar. Este modelo defende que os resíduos sejam transformados, através da inovação, em potenciais subprodutos ou outros materiais, que promovam a reutilização, recuperação e reciclagem.

 

Produtos
Energia elétrica

Na VALNOR a produção de energia é um vetor de inovação, e toda a energia produzida através dos resíduos é exportada para a Rede Elétrica Nacional.

 

Unidade de Digestão Anaeróbia

 

A unidade de Digestão Anaeróbia para além de permitir o aumento da qualidade do serviço prestado, permite também garantir o cumprimento da legislação nacional e comunitária no que se refere ao desvio de matéria orgânica de aterro, uma vez associada à Central de Valorização Orgânica, já existente, permitindo ainda obter mais-valias com a produção de energia, como o tratamento de 25.000 ton/ano de matéria orgânica e uma produção efetiva de 2.750 GW/ano.

 

 

- O que é?

 

A Digestão Anaeróbia constitui-se como um processo biológico que visa o aproveitamento da fração biodegradável dos resíduos, sendo o processo conduzido na ausência de oxigénio e tendo como produtos resultantes efluentes gasosos (dióxido de carbono e metano) e sólidos digeridos, que são posteriormente estabilizados em processos anaeróbios.

 

- Como funciona?

 

Uma vez preparada para tratar resíduos provenientes de recolha indiferenciada, pressupõe um pré-tratamento adequado. Desta forma, é efetuada uma triagem, recorrendo ao Tratamento Mecânico,  o que permite recuperar materiais passíveis de serem encaminhados para reciclagem.

O processo de Digestão Anaeróbia decorre em ambiente completamente fechado e é durante este processo que o biogás produzido é armazenado num gasómetro, sendo posteriormente convertido em energia elétrica em grupos de moto geradores.

 

Materiais para reciclar

A Valnor, recolhe e envia para a reciclagem de matérias com possibilidades de valorização. Esta, é uma tarefa diária que inclui diversas tipologias de materiais:

 

  • Papel e Cartão;
  • Vidro;
  • Plásticos de embalagem (filme, PET, PEAD, EPS, Plásticos mistos e ECAL);
  • Metal de embalagem (alumínio e aço);
  • Plásticos não urbanos e / ou não embalagem;
  • Metais não embalagem; Madeira;
  • Resíduos elétricos e eletrónicos (REEs).

Estes materiais, após serem triados nas nossas Unidades de Tratamento, são encaminhados para a indústria Recicladora.

Corretivos Orgânicos

Os Resíduos Urbanos Biodegradáveis, resíduos de cozinha, jardim e similares, são processados numa Central de Valorização Orgânica, sujeitos a um Tratamento Biológico onde, num ambiente quente, húmido e oxigenado se degradam com a ajuda de uma população de microrganismos, resultando este processo na produção de um composto que pode ser utilizado como fertilizante agrícola.

 

O Corretivo Orgânico é um produto higienizado e estabilizado, resultante da decomposição natural de matéria orgânica cujas características promovem um aumento da capacidade de retenção de águas nos solos e uma redução da necessidade de herbicidas e pesticidas, aumentando a resistência das plantas a doenças e pragas e aumentando o teor de matéria orgânica dos solos.

 

A qualidade do composto produzido assume particular importância, sendo um aspeto fundamental para a viabilidade e sucesso de todo o processo. É a mesma qualidade que faz a utilização dos corretivos orgânicos VALNOR altamente vantajosa nos principais sistemas agroflorestais, nomeadamente em culturas agrícolas, arbóreas e arbustivas, tais como, vinhas, pomares, olivais e espécies silvícolas.